segunda-feira, 1 de junho de 2009

TRISTE

O meu coração chora
Bate ao ritmo do tempo
Da tua demora
A minha alma
Reclama o momento
Isolando-me do prazer
Que é ter-te sem hora

2 comentários:

spritof disse...

o tempo... sempre o tempo que não chega... que sabe a pouco... que passa sorrateiro...

Caluda disse...

hummm... better?