domingo, 14 de junho de 2009

SILENCIO

Silencio... Nada,
É o que te define.
Caminho no nosso trilho,
Já sozinha...
Não sei onde te perdi
Talvez nunca te tenha tido,
Ilusão da minha vida!
Amor vivido e sentido
De desgostos doridos...
Preciso de ti,
Todo, como um só,
Como já foste e exististe,
No meu silêncio
Que me torna em nada...

2 comentários:

O Profeta disse...

Não há longe, teu mundo a ilha
Tens andar gingão mesmo à maneira
O verde é manto que te afaga os pés
O mar é o teu azul por cabeceira

Passos ao encontro
Alma cheia de cor e ilusão
Braços abertos à aventura
O mundo na palma da mão

Bom fim de semana


Mágico beijo

Gemini disse...

Olá, sou o Gemini.

Ainda bem que encontrei o teu blog!
Belissimo!

http://gemini-poetryland.blogspot.com/2009/06/silencio.html

(O meu Silêncio!)

Um beijinho.