domingo, 1 de março de 2009

INFINITO

Poderia ficar horas
A olhar para ti...
Olhar-te nos olhos,
Afagar-te a barba que te
Emoldura a boca,
Que me beija e me arranha.
Esses olhos que me olham no infinito,
Onde o teu corpo me deixou
E de onde a ti regresso
Quando o tempo por ali ficou...

4 comentários:

Monday disse...

infinito me lembra horizonte ... e horizonte sempre me lembra imagens bonitas com cara de encontro entre o céu e o oceano ...

braulio disse...

sentimentos,

preces.

sonhos

spritof disse...

um olhar infinito...
...que nos leva onde mais nada alcança, e onde nos perdemos num universo tranquilo e seguro, sem receios nem desconfortos. Apenas ali, num éden de prazer, só os dois.

Juky disse...

Adorei este! :)